O que inspecionamos
Identificação do veículo:
Consiste em comprovar a conformidade das características do veículo ( a marca, o modelo, a matrícula, a cor, o número do quadro e as medidas dos pneumáticos) com os dados do livrete.

Luzes e equipamento eléctrico:
Verifica-se o funcionamento dos piscas luzes de travagem e de marcha-atrás. Também se verifica a orientação das luzes dos médios, máximos e de nevoeiro bem como a sua intensidade, através do regloscópio. Confere-se ainda o estado e funcionamento de todas as luzes e as ligações para reboques quando existentes.

Emissão de gases poluentes:
A medição dos níveis de emissão de gases de escape é feita através de dois aparelhos:

o analisador de gases de escape para os veículos a gasolina e GPL para medir os níveis de monóxido de carbono (CO);
o opacímetro para os veículos com motor a gasóleo (diesel) para medir a opacidade ("negrura") dos fumos.
Quadro e cabine:
Realiza-se um exame exterior ao quadro e ao interior do veículo com vista à detecção de pontos de corrosão, deformações, fissuras, anomalias dos bancos e outros defeitos que comprometem a segurança do veículo e dos seus ocupantes.

Visibilidade
Verifica-se o estado dos vidros, espelho retrovisores, sistema de limpeza do pára-brisas e eventuais reduções do campo visual do condutor como os auto-colantes no pára-brisas e os bonecos pendurados no espelho retrovisor.

Equipamentos diversos:
Verifica-se a existência e funcionamento dos: cintos de segurança, triângulo de pré-sinalização, colete reflector, avisador sonoro, velocímetro e outros equipamentos obrigatórios só em alguns veículos - tacógrafo, limitador de velocidade, calços de rodas, caixa de ferramentas e outros.

Travões:
A força e o equilíbrio da travagem de serviço, de estacionamento e de emergência são verificados através do frenómetro. É igualmente averiguado os tubos do sistemas de travagem.

Direcção:
Verifica-se o alinhamento das rodas direccionais através do ripómetro, destinado a verificar a divergência e a convergência das rodas.

Detecção de folgas nos eixos, suspensão e transmissão:
O detector de folgas permite verificar a existência de folgas e de outras anomalias na suspensão, direcção, eixos e suas ligações ao quadro do veículo. É igualmente averiguado o estado das jantes e dos pneus.

Outras verificações:
Os veículos de serviço público estão sujeitos, também, a outras verificações, por forma a assegurar que cumprem as medidas de segurança específicas existentes. Por exemplo, extintor, caixa de primeiros socorros, número de saídas de emergência, degraus, iluminação interior e cortinas.

As deficiências observadas nas inspecções são graduadas em três tipos:

Tipo 1 - deficiência que não afecta gravemente as condições de funcionamento do veículo nem directamente as suas condições de segurança, não implicando, por isso, nova apresentação do veículo a inspecção para verificação da reparação efectuada.

Tipo 2- deficiência que afecta gravemente as condições de funcionamento do veículo ou directamente as suas condições de segurança, ou que põe em dúvida a sua identificação, devendo o mesmo consoante o caso, ser apresentado:
No centro de inspecção, para verificação da reparação efectuada; ou
Nos serviços competentes da Direcção-Geral de Viação, para o completo esclarecimento das dúvidas respeitantes à respectiva identificação;

Tipo 3 - deficiência muito grave que implica paralisação do veículo ou permite somente a sua deslocação até ao local de reparação, devendo esta ser confirmada em posterior inspecção.
Se quiser saber mais sobre a legislação de inspecções, consulte a página de internet do IMTT - Instituto de Mobilidade e dos Transportes Terrestres

Existem alguns procedimentos simples que deverão ser efectuados regularmente para manter o veículo em boas condições de circulação e revistos antes de ir à inspecção.

Click na imagem para ver uma lista de pequenas verificações que se podem fazer antes de ir à inspecção